segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

domingo, 4 de dezembro de 2011

Universidade estadual de Londrina oferece curso de especialização em Teste de Software




Candidatos interessados no novo curso de especialização em Teste de Software da UEL farão inscrição de 9 de janeiro a 3 de fevereiro de 2012, junto ao Departamento de Computação, no site www.dc.uel.br. Nesse endereço o candidato encontrará o edital completo do curso e o espaço destinado à inscrição. As aulas começam em março de 2012, oferecendo 30 vagas para profissionais graduados em Ciência da Computação e áreas afins.


Do total das vagas oferecidas, 16 serão ofertadas para profissionais com direito a bolsas de estudos no valor de R$ 1.100,00, custeadas pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq), destinadas a profissionais com sólida formação na área e sem vínculo empregatício. No ato da inscrição o candidato deverá informar se pretende concorrer ao benefício. A seleção será feita pela coordenação do curso, juntamente com as empresas que oferecerão campo de estágio.


Segundo a coordenadora do curso, professora Jandira Guenka Palma, as aulas terão duração de 12 meses, com atividades às terças-feiras à noite e às quartas-feiras nos períodos da tarde e da noite. O investimento será de 13 parcelas de R$ 385,00. O corpo docente será formado por professores (mestres e doutores) da UEL e por profissionais capacitados que possuem vasta experiência na área de Tecnologia da Informação.


O curso é resultado de um esforço entre a Universidade, Governo Federal e 25 empresas da área de Tecnologia da Informação de Londrina e região.


fonte: http://www.uel.br

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Video Trilha de Testes

Video interessante que discute alguns paradigmas:

Testar é tão fácil que até minha mãe testaria!!!
Testar sem documentação é possível?
Para que testadores se eu já faço testes unitários?(desenvolvedor)


TDC2011 SP - Mesa redonda - Pra que testes? com Elias Nogueira (HP) / Jorge Diz - Quinta, 7 de Julho from Globalcode on Vimeo.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

10 REQUISITOS PARA TESTES DE ACESSIBILIDADE


W3C logo Web  Accessibility Initiative    (WAI) logo


  • Imagens e Animações. Verifique se o atributo alt descreve a função de cada elemento visual.
  • Imagemaps. Verifique se existem mapas client-side (o tag map) e texto para as regiões clicáveis.
  • Multimídia. Verifique se existem legendas e transcrições para o audio, e descrições para o vídeo.
  • Híperlinks. Verifique se existe texto que faça sentido fora do contexto. Evite a frase "clique aqui".
  • Organização da Página. Devem existir cabeçalhos, listas e uma estrutura consistente. 
  • Gráficos e Diagramas. Sumarize o conteúdo ou use o atributo longdesc.
  • Scripts, applets e plug-ins. Para o caso de estarem desabilitados ou de não serem suportados pelo browser, forneça conteúdo alternativo.
  • Frames. Use o tag noframes e empregue títulos significativos.
  • Tabelas. Torne compreensível a leitura linha a linha. Resuma.
  • Valide seu trabalho. Use as ferramentas, checklist e os guias disponíveis em http://www.w3.org/TR/WCAG.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Se você encontrar um bug


Se você encontrar um bug:


1 – Reporte-o, bugs não gostam de ser esquecidos.
Diversos motivos podem levar um testador a esquecer de reportar algum defeito encontrado, prazos apertados, tarefas acumuladas, desorganização ou simplesmente o fato de que algumas vezes os defeitos são encontrados antes mesmo dos testes, em conversas informais, treinamentos, etc.. e nem sempre os envolvidos tomam as devidas ações nessas situações.

2 – Conheça-o melhor, bugs gostam de ser compreendidos.
Antes de reportar um defeito, devemos entender por completo seu comportamento, sua abrangência e quais são seus impactos.

3 – Tire uma foto, bugs gostam de guardar recordações das ocasiões.
Screenshots, fotos e inclusive vídeos ajudam a evidenciar melhor a reportagem de um defeito, facilitando o entendimento do desenvolvedor e evitando CRs reabertas.

4 – Conheça seus companheiros, bugs são socialites.
Ao encontrar um defeito é comum que outros bugs estejam localizados nas suas redondezas, por isso é importante a varredura nas funcionalidades relacionadas para rapidamente detectar novas falhas.

5 – Reporte rapidamente, do contrário os bugs se estabelecem e fazem moradia.
Agilidade na reportagem permite que sua correção também seja antecipada, evitando que outros bugs causados pela falha já existente sejam revelados.

6 – Seja honesto, bugs não gostam de fofocas.
Classificação de severidade e prioridade supervalorizadas, melhorias registradas como defeitos, entre outros problemas frequentes, causam problemas na comunicação da equipe e atrapalham o andamento das atividades.

7 – Guarde como o conheceu, bugs são românticos.
Ao encontrar um defeito, a primeira tarefa é sempre de verificar quais foram os passos prévios para detecção do problema, reportar como podemos reproduzir o issue é essencial para os desenvolvedores durante a correção e também para os testadores no momento da verificação das correções.

8 – Não o ignore, bugs podem morder quando não apreciados.
Em meio a tantos bugs, normalmente encontrados durante os testes, é comum que em alguns momentos desprezemos alguns defeitos encontrados, por acreditarmos que os mesmos são irrelevantes ou nunca serão corrigidos. Porém, já cansei de ver defeitos ignorados sendo reportados posteriormente por clientes ou quando vistos por outros ângulos gerando consequências graves para o sistema.

Adicionaria a lista de atitudes a verificação dos defeitos já existentes, prática bastante simples, mas que muitas vezes é relegada, e que pode evitar trabalho desnecessário de diversas pessoas.


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Configurar seu ambiente para rodar os mais diversos tipos de testes

Veja neste vídeo como configurar o seu ambiente de testes para que os mesmos rodem em uma máquina local ou remotamente. Veja também como configurar os adaptadores de diagnóstico que farão coletas de dados durante a execução dos testes.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Crowdsourcing - Teste sem sair de casa e ganhe dinheiro

O CrowdTest é um serviço realizado organizando mão-de-obra disponível na Internet para execução de testes. Esse modelo de trabalho, conhecido como crowdsourcing, permite que as empresas tenham seus produtos testados por usuários reais e que as pessoas sejam recompensadas pelo seu trabalho de encontrar as falhas.
Nos projetos de CrowdTest temos três papéis: o cliente, a equipe do CrowdTest e os testadores. O CrowdTest recebe as demandas dos clientes, organiza o projeto e a equipe que irá participar, recebe as falhas, faz a validação e disponibiliza o resultado para os clientes. O diagrama a seguir detalha como são os passos dentro de um projeto.

Fonte: crowdtest e info !

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Tabela Salários em TI: Pesquisa Salarial - Analista de Testes

Tabela criada com base em pesquisa feita sobre as pretensões salariais enviadas por nossos profissionais às vagas existentes no CEVIU. Consulte cargos e salários em cidades e áreas da TI e Informática.


CargoCidadeMínimo(CLT)Médio(CLT)Máximo(CLT)
Analista de TestesBARUERI - SPR$ 1.500,00R$ 3.116,18R$ 5.000,00
Analista de TestesBELO HORIZONTE - MGR$ 900,00R$ 2.110,85R$ 4.200,00
Analista de TestesCAMPINAS - SPR$ 1.200,00R$ 2.740,25R$ 4.500,00
Analista de TestesCURITIBA - PRR$ 1.200,00R$ 2.674,79R$ 4.600,00
Analista de TestesFORTALEZA - CER$ 1.800,00R$ 2.868,42R$ 4.000,00
Analista de TestesPORTO ALEGRE - RSR$ 1.300,00R$ 3.033,06R$ 5.000,00
Analista de TestesRIO DE JANEIRO - RJR$ 1.500,00R$ 3.473,06R$ 6.000,00
Analista de TestesSALVADOR - BAR$ 1.600,00R$ 2.866,67R$ 4.500,00
Analista de TestesSAO PAULO - SPR$ 1.200,00R$ 3.626,11R$ 7.000,00
* A tabela de pretensão salarial do Portal CEVIU foi desenvolvida com base em um estudo realizado por estatísticos da Rodarte Nogueira.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

TestCompetence ISTQB FL [EN] - App Android

Este aplicativo desenvolvido para android traz um mini treinamento para certificação ISTQB.
Celular TestCompetence permite que você visualize e responda uma mostra de questões do exame.
A versão ISTQB FL inclui 40 perguntas do ISTQB (International Software Testing Qualifications Board) Certified Tester Foundation ® Practice Exam Level.
(Versão 2011 2011/07/30)
A aplicação oferece duas opções:
1) "Exame" - que lhe permite fazer um simulado do exame;
2) "Ver questões" - o que lhe dá a oportunidade de ver todas as questões do exame sem a necessidade de respondê-las.




Para Fazer o Download da Ferramenta acesse Aqui!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Planejamento de testes com Test Manager 2010

Veja neste vídeo todos os recursos do Microsoft Test Manager 2010. Veja também o que é um plano de testes e como criar, configurar e executar os testes usando a ferramenta Teste Manager 2010.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Gerenciando grandes volumes de teste em uma mesma solução

Veja neste vídeo como gerenciar grandes volumes de testes em uma mesma solução. Veja também melhores práticas para gerenciar seus testes, principalmente em uma solução que possui vários projetos de testes. Também será abordado como utilizar a nosso favor o grande conjunto de propriedades que os testes possuem.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Entendendo os testes manuais

Estima-se que 70% dos testes de uma aplicação sejam realizados de forma manual. Muito do tempo de um ciclo de teste é desperdiçado com tarefas que poderiam ser automatizadas por ferramentas. Neste módulo veremos como o Visual Studio Test Professional suporta profissionais de teste e qualidade a trabalharem de forma mais colaborativa com a equipe de desenvolvimento, executar testes exploratórios, criar casos de testes a partir de bugs e como criar testes automatizados de interface a partir de testes manuais.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Nova Versão do Syllabus para certificação CTFL do BSTQB

Já se encontra disponível para download a versão 2011 (em português) do Syllabus Foundation Level. Esta versão será utilizada como referência já no próximo exame que tem data prevista para 02/12/2011 com inicio das inscrições em 17/08 pelo site do bstqb.org.
Para baixar Clique Aqui e bom estudo!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

ClickTale - Ferramenta para Testes de usabilidade online

Basta digitar o URL da página que você deseja analisar e acessar uma ampla gama de dados web analytics. É uma solução online que possibilita analisar através de vídeos gravados as ações dos usuários em seu site, além de mapas de calor de conteúdo, mapa de calor do movimento do mouse, mapa de calor das áreas mais clicadas, ações em formulários, isso tudo em tempo real.


https://www.clicktale.com/




domingo, 31 de julho de 2011

Ferramentas para Teste de compatibilidade entre browsers

3 ferramentas simples para testes de compatibilidade entre navegadores.

BrowserShots



BrowserShots tornou-se um dos métodos mais comuns de teste. Eles permitem testes em praticamente qualquer navegador, incluindo algumas combinações muito raras. A versão gratuita do aplicativo tem apenas uma limitação - você deve esperar usuários pagos ter acesso primeiro.

Xenocode Browser Sandbox



Com um simples clique do mouse você pode ter um browser aberto e funcionando sem qualquer instalação. Você pode testar em várias versões do IE, Firefox, Google Chrome, e até mesmo do Safari.

IETester



Este é um programa gratuito para o Windows. É um recurso que lhe permitirá testar completamente todas as versões pertinentes do Internet Explorer.

Basta baixar e instalar, e você poderá facilmente selecionar qual versão do IE você quer. O programa ainda permite comparar duas versões diferentes lado a lado.

sábado, 30 de julho de 2011

Introdução e visão geral sobre testes e qualidade na Plataforma Microsoft

Todo time de desenvolvimento encara cada novo projeto com um foco: produzir uma aplicação de qualidade e que atenda as necessidades de seus usuários. Contudo, atingir esse objetivo sem as ferramentas apropriadas pode ser desafiador. Este vídeo apresenta como arquitetos, desenvolvedores, testadores e gerentes utilizam o Visual Studio 2010 para construir uma aplicação de qualidade.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Teste de Desempenho via Jmeter

•Adicionando Usuários
1.Selecionar Plan Test
2.Botão direito selecionar ADD menu
3.Selecionar Thread Group
4.Configurar as propriedades da Thread

 •Propriedades do HTTP Request
1.Selecionar Thread Group criado
2.Botão direito selecionar ADD menu
3.Selecionar Config Element->HTTP Request Defaults
 •Propriedades do HTTP Request
1.Adicionar um nome para o Request
Inserir um IP ou nome do site
 •Adicionando Requests
1.Selecionar o Thread Group, Addà Sampler à HTTP Request
2.Definir nome, método e caminho ( / )
3.Para criar um teste completo, deve-se criar outros HTTP Request
 •Adicionando um Listener e Executando
1.Selecionar o Thread Group, Addà Listener à Graph Results
2.Selecionar Execute
 •Adicionando Parâmetros para chamadas
1.Útil para logins e teste de parâmetros


terça-feira, 26 de julho de 2011

Site para Teste de Performance OnLine Gratuito

Este Site promete executar um teste de velocidade a partir de vários locais ao redor do mundo usando navegadores reais (IE e Chrome) e em velocidades de conexão real do consumidor. Você pode executar testes simples ou realizar testes avançados, incluindo multi transações, captura de vídeo, bloqueio de conteúdo. Seus resultados poderão fornecer informações de diagnóstico ricos em recursos gráficos.






http://www.webpagetest.org/

domingo, 24 de julho de 2011

Teste de Carga - JSCAPE Load Tester


JSCAPE Load Tester  é um aplicativo para uso em testes de desempenho  de servidores FTP, FTPS e SFTP sob carga pesada. Usando JSCAPE Load Tester, você poderá modelar o uso esperado de um servidor através da simulação de vários usuários acessando simultaneamente.
Os dados coletados a partir de sessões de teste de carga podem ajudar a identificar e resolver os pontos de tensão no servidor - antes que se tornem um problema.

1. Após baixar e isntalar o programa voce precisa criar uma nova sessão, colocando um nome para o teste, endereço do servidor a ser testado e qual arquivo você deseja enviar.

2. Clicando em cima do nome da sessão salva no menu esquerdo da aplicaçao serão exibidas duas abas:

Connections, com informações de tempo para estabelecimento de conexão, upload e download para cada um dos usuarios virtuais


Report com um relatório sumario e gráfico de cada uma das informações relevantes ao teste






Fonte: Superdownloads. Para baixar clique Aqui!

Teste de Velocidade - www.speedtest.net

Este site oferece teste de velocidade de sua conexão de internet de uma maneira simples e eficiente , voce pode fazer também um scaneamento no seu computador para detectar erros que comprometam a eficiencia do PC.
O resultado pode ser compartilhado para redes sociais e caso voce se registre no site pode manter um historico dos testes.




sábado, 23 de julho de 2011

A Ascensão do Teste de Software - Por Edgard Davidson

Post interessante do blog: http://edgarddavidson.com/


Por muito tempo o teste de software foi visto como uma atividade do processo de desenvolvimento de software que no papel era extremamente importante e necessária para atingir a qualidade do produto de software, mas na prática, por muitas empresas, tornou-se uma das atividades mais negligenciada.   Por esse motivo enraizou-se uma péssima cultura em relação à atividades de testes, que, quanto a importância, ficou à margem da construções do software e que, se desse tempo, era executada. A negligência, por muito tempo da referida atividade gerou algumas "afirmações" que hoje soam como piadas:
  • "…Implemente, se der tempo agente testa."
  • "o importante é entregar… os testes, deixa que o cliente faz pra gente…"
  • "o prazo vai estourar…Então sacrifique os testes…"
  • "entregue com bugs, mas entregue em dia, depois agente arruma…"
  • "sabemos que nosso software está cheio de bugs, então vamos cobrar uma manutenção mensal do nosso cliente para consertá-los…"
  • “testar não é uma atividade importante…"
  • ”…como vamos testar se não temos tempo?"
  • "…testar pra que? perda de tempo."
  • "pra desenvolver sem teste é X, com teste é X2…'"
Fico impressionado! Dá até medo! Imagine se a indústria de aviação fosse igual a de software. Quantos aviões cairiam por dia? Imagine se a indústria farmacêutica fosse igual a de software. Você confiaria nos remédios? Imagine se o projeto do modelo do seu carro fosse construído como esses softwares?  Você andaria em um elevador que foi construído com essa mesma metodologia? "Instale o elevador aí… depois o cliente testa pra gente…"
Quando fala de teste, estou me referindo também a qualidade do software. Apesar de não serem sinônimos, mas com certeza o nível de qualidade dos teste de software é um fator, entre vários outros que definem a qualidade do produto final.
Por outro lado, do ponto de vista do  profissional, o teste de software possuia algunsPRE-conceitos:
  • “testar é uma atividade chata e cansativa…"
  • "testar paga mal…"
  • "não gosto e não sei programar… logo vou trabalhar na área de teste…"
  • "minha empresa não valoriza a área de testes…"
  • "testar é ficar encontrando erros dos outros…"
  • “maus programadores viram testadores…”
  • "…subatividade?"
  • "qualquer um pode testar…"
Hoje, no entanto, o teste "virou o jogo" com a popularização de processos emergentes de desenvolvimento de software como eXtreme Programming. Práticas como TDD e BDD fornecem uma novo paradigma no desenvolvimento. Hoje, com a ascensão do teste de software, novas "afirmações" foram geradas:
  • "a qualidade do produto é inegociável…"
  • "primeiro escrevemos nossos testes unitários, depois implementamos…"
  • "entregar software sem um boa cobertura de teste unitário tornou-se amadorismo…"
  • "ausência de teste unitário é antiético… "
  • "não consegue executar teste de carga, performance e segurança no seu sistema? Sua equipe está com débito técnico…"
  • "nossa integração é contínua e automatizada…"
  • "nossos testes são automatizados…"
  • "temos cada linha de código da aplicação, temos três linhas de teste…"
  • "nos preocupamos com a cobertura dos testes, com casos de teste que refletem os requisitos de negócio…"
  • "enquanto os testes não passarem 100% o produto não é entregue…"
  • "entregue menos, mas entregue funcionando…"
  • "quem quebrar o deploy paga dez flexões…"