quinta-feira, 7 de julho de 2022

Metaverso o que o Tester do futuro precisa saber

 


O Metaverso , considerado a próxima evolução da Internet, assumirá (ou ja está assumindo) muitas formas, incluindo jogos, comunidades on-line, espaços virtuais com serviços e produtos e reuniões de negócios onde as pessoas colaboram através de um fac-símile digital ou avatar de si mesmas. 

E o que o testador do futuro precisa saber sobre isto? Como todo software o multiverso de códigos do metaverso não está livre de bugs e a próxima geração de testers precisa estar ligada nas novas formas de consumo de software para conseguir atingir os padrões de qualidade esperados. Afinal a nova geração de consumidores deste tipo de tecnologia também é muito exigente, seja o jovem que quer comprar um tênis para seu avatar, uma tatuagem, um acessório virtual ou seja um adulto que numa conferencia online acessa um banco ou faz uma compra real de um produto fisico sem sair da plataforma

Ja estão surgindo ferramentas para desenvolvimento que os Testers precisam conhecer pois logo precisarão utilizar também para testes como é o caso do NVIDIA Omniverse™ , uma plataforma usada para colaboração em design 3D e simulação realista e dimensionável em tempo real com várias GPUs. O Omniverse revoluciona a forma como criamos e desenvolvemos individualmente e em equipe,

aumentando as possibilidades criativas e a eficiência para todas as pessoas e projetos nas empresas. 

Imagine você, tester do futuro, trabalhando em uma industria que cria Digital Twins (prototipos virtuais) e você precisa testar os sistemas envolvidos dentro de um mundo totalmente virtual, isto ja é realidade



Mas afinal o que é o Metaverso e quais seus conceitos basicos? confira abaixo:


O conceito metaverso não é novo. Ele foi descrito pela primeira vez no romance Snow Crash de 1992. Várias empresas mais tarde desenvolveram comunidades online baseadas no conceito, mais notadamente o Second Life, lançado em 2003. No metaverso, as pessoas usam avatares para se representar, comunicar-se umas com as outras e praticamente construir a comunidade. No metaverso, a moeda digital é usada para comprar qualquer item que você possa precisar. Os usuários também podem viajar virtualmente através do metaverso para se divertirem, sem nenhum objetivo em mente, usando um fone de ouvido e controladores de realidade virtual.

A Internet e o Metaverso, qual a relação?

A Internet é uma rede de bilhões de computadores, milhões de servidores e outros dispositivos eletrônicos. Uma vez on-line, os usuários da Internet podem se comunicar entre si, visualizar e interagir com websites, e comprar e vender bens e serviços. O metaverso não compete com a Internet - ele se baseia nela. Na metáfora, os usuários atravessam um mundo virtual que imita aspectos do mundo físico usando tecnologias como realidade virtual (VR), realidade aumentada (AR), IA, mídia social e moeda digital. A internet é algo que as pessoas "navegam". Mas, até certo ponto, as pessoas podem "viver" no metaverso.

O que os NFTs tem a ver com Metaverso?

Os tokens não fungíveis (NFTs) desempenham um grande papel na utilidade e popularidade do metaverso. As NFTs são um tipo seguro de ativo digital baseado na mesma tecnologia de blockchain usada pela moeda criptográfica. Em vez de moeda, um NFT pode representar uma obra de arte, uma canção ou um bem imobiliário digital. Um NFT dá ao proprietário um tipo de escritura digital ou prova de propriedade que pode ser comprada ou vendida no metaverso. Algumas empresas já estão pulando para o universo dos bens digitais. A Nike, por exemplo, adquiriu RTFKT -- uma inicialização que faz tênis virtuais e artefatos digitais únicos usando NFTs, autenticação em cadeia de bloqueios e realidade aumentada. Antes da aquisição, a Nike apresentou sete pedidos de marca registrada para ajudar a criar e vender tênis e vestuário virtuais.

O Metaverso ja chegou?

Embora a idéia básica de poder se envolver em um mundo virtual online já exista há muitos anos, um verdadeiro metaverso onde as interações com a vida são possíveis ainda está a anos de distância. Em seu ano anual em um post de blog de revisão, o cofundador da Microsoft Bill Gates observou que a maioria das pessoas não tem os óculos VR e luvas de captura de movimento para capturar com precisão sua expressão, linguagem corporal e qualidade de sua voz. Mas para os negócios, Gates prevê que nos próximos dois a três anos a maioria das reuniões virtuais passará de caixas quadradas bidimensionais para o metaverso -- um espaço 3D com participantes aparecendo como avatares digitais.

O novo mundo de oportunidades virtuais, realidades aumentadas e soluções híbridas criará questões legais e desafios regulatórios únicos, novos e imprevisíveis. As áreas que certamente merecerão atenção são a persona dos atores individuais, seus comportamentos e o de suas empresas, considerações de propriedade e, finalmente, a paisagem metaversa como um todo e como ela será incorporada em ambientes da vida real. Muitos aspectos precisarão ser estudados - Onde está a linha jurídica separadora entre avatares como liberdade criativa e falsa representação ou mesmo personificação ilegal? Onde está a responsabilidade por danos e atos criminosos? Onde será traçada a linha entre o vigilantismo e a autodefesa? Algumas perguntas exigirão muito trabalho até encontrarmos as respostas corretas.

terça-feira, 5 de julho de 2022

Principais diferenças entre os 3 Tipos de RPA

 


Confira as principais diferenças entre os 3 tipos de RPA:  Autônomo, Assistido e Hibrido


RPA AUTÔNOMO

  1. Executa tarefas sem qualquer envolvimento humano, interagindo diretamente com os sistemas computadorizados para executar processos
  2. Sabe quando iniciar seu trabalho com base em um cronograma pré-estabelecido ou quando ocorre um determinado evento que aciona o processo automatizado
  3. Lida com tarefas manuais que seguem um padrão específico, não há variações na forma como a tarefa é executada
  4. Funciona em segundo plano e uma vez que o processo é finalizado, transfere o produto final para um humano ou para outro sistema
  5. É ideal para tarefas repetitivas importantes que precisam ser executadas em grande escala e em altas quantidades

RPA ASSISTIDO

  1. Programado para trabalhar ao lado dos seres humanos, lidando com tarefas específicas dentro de processos longos e complexos que não podem ser totalmente automatizados
  2. Permite que o trabalhador realize seu trabalho com mais agilidade, sem a necessidade de gastar tempo recuperando dados manualmente
  3. Trabalha para oferecer apoio à tomada de decisão humana, codificando habilidades únicas como análise de dados ou comparação de documentos
  4. Precisa de apoio humano em locais onde as regras não seguem um padrão específico. Normalmente, lida com tarefas específicas antes de se conectar com um humano
  5. São comumente usados para assistência virtual, orientação e processamento de dados sob demanda

RPA HÍBRIDO

  1. Este modelo traz Inteligência Artificial (IA) para a mistura, criando bots (robôs digitais) atendidos com Inteligência artificial aumentada
  2. Robôs digitais e humanos trabalham em diferentes tarefas ao mesmo tempo para maior eficiência
  3. O profissional e o bot trabalham essencialmente como uma equipe, repassando tarefas um para o outro
  4. São utilizados com mais freqüência em situações envolvendo o cliente, auxiliando os profissionais a lidarem melhor com as necessidades do cliente
  5. Possibilita às empresas alavancar o poder da automação em uma gama mais diversificada de processos e cenários  

segunda-feira, 20 de junho de 2022

Novo Glossário de Testes de Software


Está disponível o novo Glossário de Testes de Software do Testonauta. São mais de 500 termos utilizados na área de testes e disponível para consulta organizado de forma alfabética. Em linha com as mais diversas entidades como ISTQB, TMP, CMMI, ISO entre outras, nosso glossário esta atualizado com as mais recentes metodologias de desenvolvimento e qualidade de software  

Confira agora mesmo >>aqui!

terça-feira, 3 de agosto de 2021

150 Ferramentas para Testes de Software

Selecionamos as principais ferramentas para quem trabalha com Teste de Software funcionais e não funcionais.

Seja no modo tradicional ou Agile é preciso de uma serie de ferramentas para um processo bem sucedido. 

Confira 150 ferramentas úteis open source ou pagas em todas etapas desde requisitos, estimativas e especificação dos testes , passando pela automação e execução até a gestão de todo processo.


Ferramentas de Gestão de Projetos para quem trabalha com teste de software
GanttProject - http://ganttproject.biz/
Project - https://www.microsoft.com/pt-br/store/collections/project/pc
Basecamp - https://basecamp.com/
Primavera - https://www.oracle.com/industries/construction-engineering/index.html
Teamwork - https://www.teamwork.com/
Artia - https://artia.com/
Podio - https://podio.com/

Ferramentas de Gestão de Testes de Software
Test Case Web (TCW) - http://tcw.sourceforge.net/
Quality Center - https://software.microfocus.com/en-us/products/quality-center-quality-management/overview
SE Test - https://www.softexpert.com.br/produto/gestao-testes/
IBM Rational Test Manager - https://www.ibm.com/rational
Microsoft Visual Studio Test Professional - https://www.visualstudio.com/pt-br/vs/test-professional/
qTest Manager - https://www.qasymphony.com/software-testing-tools/qtest-manager/test-case-management/
TestRail - http://www.gurock.com/testrail/
Ferramenta de Gestão de Defeitos para Testes de Software
Lean Testing - https://leantesting.com/
Redmine - http://www.redmine.org/
HP ALM - http://www8.hp.com/us/en/software-solutions/alm-software-development-testing/index.html#.UofvFMSsjlM
Manuscript  - https://www.manuscript.com/
IBM Rational ClearQuest - https://www.ibm.com/br-pt/marketplace
Light House App - http://lighthouseapp.com/
Zoho Projects - https://www.zoho.com/projects/help/issue-tracker.html
The Bug Genie - http://www.thebuggenie.com/
Jira - https://www.atlassian.com/software/jira
Ferramentas para teste de performance para quem trabalha com teste de software
LoadRunner - https://software.microfocus.com/en-us/products/loadrunner-load-testing/overview
IBM Rational Performance Tester - https://www.ibm.com/br-pt/marketplace/rational-performance-tester
Silk Performer - https://www.microfocus.com/pt-br/products/silk-portfolio/silk-performer/
Ferramentas de Gestão de Requisitos para Testes de Software
Aha - https://www.aha.io/product/features/features
iRise - https://www.irise.com/
Jama - https://www.jamasoftware.com/solutions/requirements-management/

Ferramentas de Testes Funcionais e Automação de Testes
actiWATE (WEB) - http://www.actiwate.com/
Canoo WEBTest (WEB) - http://WEBtest.canoo.com/
Apodora (WEB) - http://www.apodora.org/
Abbot (Java Swing) - http://abbot.sourceforge.net
SoapUI (WEBServices) - http://www.soapui.org/
SOAPSonar Personal Edition (WEBServices) - http://www.crosschecknet.com/
Squish for KDE (Linux) - http://www.froglogic.com
Unified Functional Testing (UFT) - https://software.microfocus.com/en-us/products/unified-functional-automated-testing/overview
Rational Functional Tester - https://www.ibm.com/us-en/marketplace/rational-functional-tester
TestComplete - https://smartbear.com/product/testcomplete/overview/
Sikuli - http://www.sikuli.org/
Bad Boy - http://www.badboy.com.au/
Tricentis Tosca - https://www.tricentis.com/software-testing-tools/
Worksoft - https://www.worksoft.com/products/worksoft-analyze
Silk Test - https://www.microfocus.com/pt-br/products/silk-portfolio/silk-test/
Ferramentas de Testes Ageis

Fitnesse - http://docs.fitnesse.org/FrontPage
Cucumber - https://cucumber.io/
Pepino - https://github.com/pbattisson/pepino
Jira - https://br.atlassian.com/software/jira
Jenkis - https://jenkins.io/
CA ARD - https://www.ca.com/br/products/ca-agile-requirements-designer.html
CA Agile Central - https://www.ca.com/br/products/ca-agile-central.html
Tricentis Tosca - https://www.tricentis.com/solutions/tosca-testsuite-the-quality-of-agile/
Microfocus DevOps Suite - https://software.microfocus.com/en-us/products/agile-devops-tools/overview
Kanbanflow - https://kanbanflow.com/
ALM Octane - https://www.microfocus.com/en-us/products/alm-octane/overview

Ferramentas para testes em aplicativos moveis testes mobile

Google Mobile Friendly Test - Google’s Mobile-Friendly Test
PageSpeed Insights - https://developers.google.com/speed/pagespeed/insights/
mobiletest.me - http://mobiletest.me/
lighthouse - https://developers.google.com/web/tools/lighthouse/
Chrome DevTools - https://developers.google.com/web/tools/chrome-devtools/
AWS Device Farm - https://aws.amazon.com/pt/device-farm/
Perfecto - http://www.perfecto.io/
Screenfly - http://quirktools.com/screenfly/
Android Studio - https://developer.android.com/studio/test/?hl=pt-br
Monkey - https://developer.android.com/studio/test/monkey
Espresso - https://developer.android.com/topic/libraries/testing-support-library/?hl=pt-br#Espresso
Robolectric - http://robolectric.org/
Robotium - https://github.com/RobotiumTech/robotium
Selendroid - http://selendroid.io/
Calabash - https://calaba.sh/
Appium - http://appium.io/
SeeTest - https://experitest.com/
Test Studio Mobile - https://www.telerik.com/teststudio/mobile-testing
Sigos - https://appexperience.sigos.com/
Sikuli - http://www.sikuli.org/
Tricents- https://www.tricentis.com/software-testing-tools/mobile-testing/
Mobile Center Microfocus - https://software.microfocus.com/en-us/products/mobile-testing/overview

Ferramentas de estimativa de testes de software
SLIM Estimate - http://www.qsm.com/tools/slim-estimate

Ferramentas para especificação de testes de software

CA Case Testes de  - https://www.ca.com/br/products/test-case-design.html
Ferramentas para geração de evidencias de teste de software
Jing - https://www.techsmith.com/download/jing/
Camtasia - https://www.techsmith.com/video-editor.html
FastStone - http://www.faststone.org/FSCaptureDetail.htm
Snagti - https://www.techsmith.com/screen-capture.html
Bug Shooting - http://www.bugshooting.com/
Maker - https://marker.io/
Capture for Jira - https://www.atlassian.com/software/jira/capture



Ferramentas para testes de segurança
CA Veracode - https://www.veracode.com/products 
HCom STF - http://www.hcon.in/downloads.html
IBM app scan - https://www.ibm.com/br-pt/marketplace/appscan-standard
Fortify Webinspect - https://software.microfocus.com/en-us/products/webinspect-dynamic-analysis-dast/overview

Ferramentas para controle de versão de teste de software


TortoiseCVS http://www.tortoisecvs.org/ 
Git - https://git-scm.com/
Mercurial - https://www.mercurial-scm.org/
GitHub - https://github.com/

sexta-feira, 16 de julho de 2021

AI Today Uma semana de imersão em Inteligência Artificial

A IGTI , instituição conhecida pelos famosos bootcamps de tecnologia esta promovendo a AI Today, uma semana de imersão completa no assunto de inteligência artificial que está dominando mercados. Serão conteúdos práticos e abrangentes em mais de 20 horas de sessões ao vivo. Um evento hands-on, completo e para todos níveis de conhecimento, do iniciante ao especialista.

O evento terá o formato 100% online e gratuito para quem se inscrever pelo link https://www.igti.com.br/evento/ai-today

Entre outros assuntos você ira aprender sobre Visão Computational, Chatbots, Séries temporais, Engenharia de Dados, Transformação Digital e muito mais

confirma programação completa no site Analfabeto Digital https://www.analfabetodigital.com.br/2021/07/ai-today-uma-semana-sobre-inteligencia.html

quarta-feira, 24 de abril de 2019

O que é RPA (Robotic Process Automation) e qual a diferença para automação de testes

RPA do inglês Robotic Process Automation é a tecnologia que permite que qualquer pessoa, hoje, configure um software de computador ou um “robô” para emular e integrar as ações de um ser humano interagindo em sistemas digitais para executar um processo de negócios. 

Os robôs RPA utilizam a interface do usuário para capturar dados e manipular aplicativos como os humanos. Eles interpretam, acionam respostas e se comunicam com outros sistemas para executar uma grande variedade de tarefas repetitivas. Obviamente o que eles fazem melhor: um robô de RPA nunca dorme, comete zero erros e custa muito menos do que um empregado.
Fundamentalmente, qualquer processo de alto volume, orientado por regras de negócios e repetível, se qualifica para automação por RPA.

Com o uso muitas vezes de inteligencia artificial (AI) , Robôs RPA são capazes de imitar  a maioria das ações dos seres humanos. Eles fazem login em aplicativos, movem arquivos e pastas, copiam e colam dados, preenchem formulários, extraem dados estruturados e semiestruturados de documentos, rolam navegadores, interpretam imagens e muito mais.

Mas calma ai, se rodar um teste automatizado nada mais é do que fazer um robô imitar as ações manuais humanas, que realizam o passo a passo de um teste dentro de um sistema, então qual a diferença de RPA para Automação de testes?

A principal diferença esta no proposito, no objetivo e não propriamente dito no meio. RPA é pensado, desenhado e projetado para automatizar processos manuais em produção com objetivo de reduzir tempo e diminuir custo de operação enquanto que a Automação de Testes tem a finalidade de repetir testes em um sistema para encontrar defeito (bugs). 

As ferramentas de Automação tradicionais rodam geralmente em homologação e os analistas de automação tem a preocupação maior em identificar e criar checkpoints em seus scripts que possam ao menor sinal de problema parar e reportar um resultado inesperado aos Testers que por sua vez irão analisar o problema e , não se tratando de uma quebra de script, abrirão um defeito para que o time de desenvolvimento corrija. Sem contar que em um teste é necessário gerar evidencias da execução e dos defeitos encontrados para fins de correção e homologação.

Já o RPA é pensado para produção , ou seja, rodar em um ambiente com o minimo possível de bugs (sistema sem Bugs não existem) transformando e simplificando fluxos de trabalho repetitivos e demorados e um processo eficiente e mais econômico. Robos RPA "aprendem" rapidamente repetir uma atividade humana sem se preocupar em tratar qualquer validação ( a menos que essa faça parte da tarefa).

Outra diferença visível é que Automação de Testes esta focada em um produto (sistema) ja o RPA pode ser aplicado a um produto e processos de negocio. O publico alvo também é diferente, enquanto a automação é voltada aos testers e analistas de automação o RPA é pensado para usuários e operadores o que desobriga a necessidade de conhecimento de codificação para utilização. 

Assim como as ferramentas de automação trabalham sobre um framework, as ferramentas RPA também possuem uma arquitetura e que basicamente englobam um Studio de desenvolvimento/gravação , os Robôs e um orquestrador que colocará toda logica para rodar.



Geralmente empresas vendem uma plataforma RPA e não apenas um serviço. Listamos abaixo algumas das principais plataformas do mercado segundo a Gartner:






Assista Gratuitamente a StarEast grande conferencia sobre inovação de Testes de Software

Acontece na semana de 28 de abril a 3 de maio de 2019 a #StarEast conference na florida, uma das maiores e mais respeitadas conferencias do mundo onde grandes nomes se reúnem para falar de inovação na área de testes de software e QA. 

O Evento conta com mais de 100 palestras e treinamentos cobrindo os mais variados tópicos envolvendo qualidade de software que estão em alta no momento.

Estes são alguns dos temas abordados:
  • Testing in DevOps
  • Test Transformation
  • Test & Release Automation
  • Agile Testing
  • Testing for Developers
  • Security Testing
  • Test Strategy, Planning, and Metrics
  • Test Leadership
  • Performance Testing & Monitoring
  • Big Data, Analytics, AI/Machine Learning for Testing
Interessante que você não precisa viajar para os Estados Unidos para participar do evento. 
Nos dias 1 e 2 de maio é possivel assistir a conferencia virtual totalmente gratuita que será transmitida ao vivo para os participantes inscritos pelo site do evento. Você também pode conferir a agenda destes dias aqui!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Microsoft te ensina a fazer a gestão de projetos ágeis usando MS Project

O Project é uma das ferramentas de gestão de projetos mais utilizadas no mundo inclusive em projetos de testes de software e a Microsoft lançou um treinamento que irá ensina-lo a planejar, gerenciar e controlar projetos ágeis.

Funções Scrum e Kanban ainda são pouco exploradas pela maioria dos  usuários e estão disponíveis nas versões mais recentes do Project Professional.

No curso será possível também  aprender a gerar relatórios de Sprints e gráficos Burndown.

O Webinar esta marcado para o proximo dia 19/06 as 10hs e voce pode se inscrever por aqui!





domingo, 27 de maio de 2018

USP oferece curso gratuito Online de Testes de Software

A USP - Universidade de São Paulo , inicia neste 28/maio uma série de cursos online nas áreas de tecnologia, empreendedorismo e marketing digital, entre eles o curso "Introdução ao Teste de Software" totalmente gratuito pela plataforma Coursera.
Você pode encontrar todos os cursos da USP  aqui

Curso de Teste de Software da USP
Curso de Testes de Software da USP

Sobre o curso "Introdução ao Teste de Software" :
Segundo as informações disponíveis, o curso tem duração de 6 semanas com aprox. 2h/aula por semana.
Ao completar o curso, os estudantes serão capazes de planejar e aplicar as principais técnicas, critérios e ferramentas de teste em variados domínios e tipos de software. Adicionalmente, terão a oportunidade de desenvolver habilidades essenciais para um testador, tais como pensar a partir da perspectiva do cliente, habilidade para raciocinar e se comunicar efetivamente, capacidade de se adaptar às mudanças do projeto, curiosidade para compreender o produto que será testado, busca constante pela qualidade, dentre outras.
Segue link de acesso direto ao curso:

sábado, 26 de maio de 2018

Estamos voltando!! Testonauta na ativa novamente!!

Testonauta está voltando!!

Depois de quase 3 anos estamos colocando o nosso blog Testonauta novamente na ativa.
Agora totalmente repaginado e atualizado com as novas tendencias, traremos as melhores informações sobre Testes de Software..
Aguardem as novidades!!


segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Crie Apps Nativas para iOS, Android e Windows Phone usando C# e Visual Studio



Conteúdo dos Treinamentos
Xamarin for iOS
  • Configure o SDK no MAC 
  • Configure o SDK no Windows 
  • Simuladores 
  • Estrutura do projeto 
  • Ciclo de vida de uma app 
  • User interface 
  • Navegação 
  • Tabs 
  • Listas 
  • Scroll 
  • WebView 
  • Imagens 
  • Arquivos 
  • GPS 
  • Mapas 
  • Banco de dados 
  • Web Service 

Xamarin for Android
  • Configure o SDK no MAC 
  • Configure o SDK no Windows 
  • Emuladores 
  • Estrutura do projeto 
  • Ciclo de vida de uma app 
  • User interface 
  • Navegação 
  • Tabs 
  • Listas 
  • Scroll 
  • WebView 
  • Imagens 
  • Arquivos 
  • GPS 
  • Mapas 
  • Banco de dados 
  • Web Service 

Windows Phone
  • Configure o SDK 
  • Emuladores 
  • Estrutura do projeto 
  • User interface 
  • Navegação 
  • Tabs 
  • Listas 
  • GPS 
  • Banco de dados 

Conheça mais!!

domingo, 18 de outubro de 2015

O Facebook está testando as Reações, uma extensão do botão Curtir!

O Facebook está testando as Reações, uma extensão do botão Curtir, com o objetivo de dar às pessoas maneiras mais apropriadas de compartilhar uma resposta a uma publicação do Facebook de maneira rápida e fácil.


Aqui está uma lista do que as Reações vão significar para os anunciantes:


  • As métricas que incluírem curtidas nos relatórios de anúncios também incluirão as Reações. No entanto, elas não serão separadas como Reações individuais. 

  • Os anunciantes que quiserem ver um desmembramento das Reações poderão fazê-lo apenas nas informações de suas Páginas. 

  • As Reações são tratadas da mesma forma que as curtidas na veiculação dos anúncios (por exemplo, Reações com Amei não têm mais peso do que as curtidas no leilão). 

  • Assim como não é possível remover uma curtida, não é possível remover uma Reação.





As Reações são as seguintes: Curtir, Amei, Haha, Uhu, Uau, Triste ou Bravo.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Windows 10 já está disponível para Testes








Embora a Microsoft tenha anunciado o novo SO Windows 10 para meados de 2015 hoje quem quiser já pode baixar uma versão prévia do sistema operacional. A empresa espera coletar o feedback dos usuários para melhorar o software até chegar à versão final.

Os testes podem ser feitos tanto na versão para usuários comuns quanto na versão Enterprise que é o software voltado para empresas.

Estão disponíveis duas versões em português: para quem tem 64 bits ou 32 bits. Os links estão disponíveis aqui; é só baixar o correspondente, transferir o arquivo ISO para um DVD ou pendrive e inicializar o computador com a mídia conectada para fazer a instalação. A chave de ativação é NKJFK-GPHP7-G8C3J-P6JXR-HQRJR.

Para testar a versão para empresas acesse este link e siga as instruções da pagina

É preciso lembrar que o Windows disponível é o Technical Preview e que os testers devem encontrar muitos bugs e sofrer varias atualizações. Você tem até abril de 2015 para testar, portanto baixe e conte pra gente os bugs encontrados


sábado, 13 de setembro de 2014